Governo lança empreendedorismo no currículo escolar são-tomense

0
441

 

São-Tomé, 12 Mai (STP-Press) -O ministro de educação, cultura, ciência e comunicação, Olinto Daio, informou, esta quinta-feira, que vai introduzir, no próximo ano lectivo 2017-18, a educação empreendedora no currículo escolar de 10ª e 12ª classes, no quadro do programa de transformação do país, na óptica do recurso humano, que o governo vem implementando, soube-se, no arquipélago.

O ministro assegurou que o programa está avaliado em pouco mais de 700 mil euros e vai abranger mais de 5 mil jovens estudantes do ensino secundário e técnico profissional, visando dotar os jovens são-tomenses de competências atitudes e comportamentos para que “eles possam identificar no contexto nacional oportunidades e transformar em negócios e criar empregos”.

Este responsável tendo reconhecido a importância do empreendedorismo na escola alega que o Estado não é a entidade responsável por todas soluções e transformação social mas “ o cidadão pode contribuir de uma maneira equilibrada e sustentável para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe”.

A iniciativa governamental de introdução da nova disciplina escolar “empreendedorismo” foi apresentada, esta quinta-feira, no hotel Praia, aos parceiros bilateral, multilateral e as empresas, propiciando “garantir a sustentabilidade do projecto”, explicou o ministro.

Tendo destacado ganhos para as empresas com a implementação do projecto, Olinto Daio explicou que “elas terão, no futuro, bons empregados e é uma oportunidade para que as empresas possam colaborar connosco” construindo alicerces para o fortalecimento do sector privado.

STP-Press/AD

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome