São-Tomé, 24 Out (STP-Press) – O MDFM-PL, sem representação parlamentar e a UDD, com um assento no parlamento são-tomense, assinaram um protocolo de acordo de união, visando a “fusão num só partido” MDFM/PL-UDD face as próximas eleições legislativas de 2018., – anunciaram hoje os líderes dos dois partidos.

O documento foi assinado esta manhã pelo presidente do Partido da União dos Democratas para a Cidadania e Desenvolvimento, UDD, Manuel Diogo e pelo vice-presidente do Movimento Democrático Força da Mudança-Partido Liberal, MDFM-PL, Ayres Major.

“ Queremos nos afirmar como alternativa governativa ao poder instalado…para melhorar o Estado da Nação” – disse o líder da UDD, Manuel Diogo, tendo considerado o acordo de “ uma importância singular para a conservação e consolidação do Estado de direito democrático e desenvolvimento harmonioso e sustentável” do País.
O líder do MDFM-PL, Ayres Major disse o acordo de união “visa tudo fazer mais e melhor para o fortalecimento da democracia e buscar formas alternativas para que o futuro de cada são-tomense seja de paz e concórdia assente no modelo de desenvolvimento sustentável”.
Prevendo-se para “breve” a realização de um congresso para aprovação dos estatutos e o programa da organização, os dois partidos acordaram transitoriamente que a coordenação da União será feita conjuntamente pelas direções de ambas formações.
Nas últimas legislativas de 2014, o MDFM-PL não conseguiu eleger nenhum deputado enquanto, a UDD conquistou um dos 55 lugares do Parlamento são-tomense, composto pela maioria absoluta do ADI com 33 deputados, o MLSTP-PSD com 16 e o PCD com 5 deputados.
Fim/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome