Ex-primeiro-ministro Posser da Costa envolvido no “esquema” de corrupção da LAM

0
132

São-Tomé, 11 Dez (STP-Press) – O antigo primeiro-ministro são-tomense, Posse da Costa foi um dos ouvidos pelo ministério público de São-Tomé no alegado “esquema” de corrupção na compra de aviões da Embraer pela empresa Linhas Aéreas de Moçambique, LAM, – soube-se hoje de fontes judiciais.

Segundo as mesmas fontes, o nome de Posser da Costa figura dentre os auscultados pelo ministério público são-tomense num “processo bem avançado”, mas a requer ainda de “alguns elementos para ser entregue aos tribunais”.

Fontes acrescentaram que “ os arguidos já foram ouvidos pela Procuradoria-Geral da República e o processo poderá ser remitido aos tribunais o mais tardar até o primeiro trimestre do próximo ano”.

Em São-Tomé e Príncipe foi criada uma empresa “fantasma” para braquear capital, mas que a prática não funcionava e provavelmente foi a “chave do esquema” de sobrefaturação do preço das duas aeronaves para beneficiarem a diferença equivalente a 800 mil dólares, acrescentou as fontes.

As investigações iniciaram na capital de São-Tomé a pedido do Ministério Público de Moçambique através da carta rogatória solicitando diligências tendo em conta o caracter transacional do processo que já resultou em detenção de um antigo ministro moçambicano, um alto responsável da LAM, e um da Pretroleum Temane.

Além da empresa “fantasma” em São-Tomé, o alegado esquema com sede em Moçambique, dispõe ainda de ramificações nos Estados Unidos, Brasil e Portugal de acordo com Ministério Público de Moçambique que já emitiu as respectivas cartas rogatórias as entidades judiciais dos supracitados Países.

Fim/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome