Parlamento autoriza deputado Osvaldo Vaz a ser interrogado como arguido

0
1105

São-Tomé, 27 Dez. ( STP-Press) –  A Assembleia Nacional, o parlamento de São-Tomé e Príncipe aprovou esta manhã o projecto de resolução que autoriza o deputado, Osvaldo Vaz, do MLSTP-PSD,  a ser interrogado como arguido num processo judicial de tentativa de corrupção aos magistrados judiciais ,- Soube-se hoje de fonte parlamentar.

Segundo a fonte, o projecto de resolução, na sequência do pedido formulado há dias pelo ministério público, foi aprovado em sessão parlamentar de hoje com 54 votos a favor, nenhum contra nem abstenção.

A aprovação desta resolução refere a audição judicial de Osvaldo Vaz acontece uma semana depois da Assembleia Nacional ter aprovado uma outra resolução de género que autorizou o deputado, Delfim Neves, do PCD,  a ser também interrogado como arguido no mesmo processo.

 Há pouco mais de duas semanas, Osvaldo Vaz apresentou demissão das funções do vice-presidente do MLSTP-PSD, a maior foça política da oposição são-tomense, alegado questões políticas.

Este processo judicial de alegada tentativa de suborno aos magistrados surgiu no âmbito de uma queixa-crime apresentada pelo presidente do Tribunal Supremo de Justiça, Silva Cravid contra o seu ex- assessor, Justino Veiga, envolvendo Delfim Neves e Osvaldo Vaz, seguida de uma outra movida pelo administrador da Rosema, Nino Monteiro, contra os três acusados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Seu nome