São-Tomé, 14 Jan ( STP-Press ) –  O Comando Geral da Polícia Nacional de São-Tomé e Príncipe acaba de emitir um comunicado, considerando de ilegal uma hipotética intenção do MLSTP-PSD de querer manifestar-se segunda-feira pelas 07 defronta ao palácio dos Congressos, sede da Assembleia Nacional, o parlamento são-tomense, – anunciou esta tarde o Comandante Geral da Polícia Nacional, Superintendente  Domingos Papa.

No comunicado com assinatura do Comandante Geral da Polícia Nacional, a polícia nega ter recebido qualquer informação do MLSTP-PSD para a realização de uma hipotética manifestação dos sociais-democratas de acordo com informações postas a circular nas redes sociais apelando as pessoas para se concentrarem com intenção de manifestar segunda-feira a porta da sede parlamentar.

“O Comando geral da Polícia Geral da Polícia Nacional vem informar que todas as manifestações ou concentração de pessoas que não foram devidas e previamente comunicada às autoridades, de acordo com a lei, serão consideradas ilegais e os seus promotores, neste caso o MLSTP-PSD, serão judicialmente responsabilizados”.

O comunicado da polícia faz referência da existência da uma outra manifestação a ser organizada pelo partido ADI no poder, “ já autorizada, com pedido legalmente entregue a este Comando no prazo estabelecido por lei, para uma concentração segunda-feira a partir da 8h30 minutos em frente do Palácio dos Congressos, sede parlamentar são-tomense.

Poder Ler o comunicado policial na íntegraComunicado da Polícia Nacional

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome