São Tomé, 22 Jan ( STP-Press) – As autoridades petrolíferas são-tomenses e consórcio formado pela britânica British Petroleum “BP” e a norte-americana Kosmos Energy vão iniciar “nos próximos dias as negociações”, visando, a prospeção de dois blocos de petróleo no mar são-tomense – anunciou hoje o director da Agência Nacional de Petróleo, Orlando Pontes.

Através de um comunicado Pontes explicou que a abertura das negociações surge do direito de prospeção adquirido pelo consórcio formado pela britânica Exploration Operating “BP” e pela norte-americana Kosmos Energy que venceu o concurso “restrito” lançado pela Agência Nacional de Petróleo referente aos blocos números 10 e 13 da Zona Económica Exclusiva de São Tomé e Príncipe.

“ A Agência Nacional do Petróleo informa que no âmbito do concurso restrito nº1 e 2/2017, relativo aos blocos nº 10 e 13 da Zona Económica Exclusiva de STP, após a avaliação das propostas apresentadas, o consórcio BP Exploration Operating Company Limited e a Sociedade Kosmos Energy saiu vencedor”- lê-se no comunicado.

A Agência Nacional de Petróleo acrescenta em seu comunicado que “dará início nos próximos dias, as negociações com o referido consórcio com vista a assinatura do Contrato de Partilha de Produção de petróleo e gás” dos supracitados blocos petrolíferos.

Numa  Zona Económica Exclusiva, ZEE com cerca de 129 mil kms quadrados, repartidos em 19 blocos, São-Tomé e Príncipe prevê efectuar a sua primeira perfuração em 2019 de acordo com os estudos sísmicos da Kosmos Energy, que detém maioritariamente os blocos 5, 6,11 e 12 da zona considerada rica em petróleo e gás.

Fim/RN

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome