Por: Leonel Mendes, Jornalista da Agência Noticiosa STP-Press

São Tomé, 24 de Jan. 2018 (STP-Press) – Hernâni Santiago, porta-voz da TELET-STP, organização não-governamental ligada a transparência eleitoral disse terça-feira, “ter dúvidas sobre o número de eleitores publicados pela Comissão Eleitoral Nacional, CEN”, baseados no recenseamento eleitoral de raiz efectuado no ano transacto.

Hernâni Santiago manifestou esta desconfiança a saída do encontro que o Representante Especial do Secretário-geral das Nações Unidas para África Central, UNOCA, François Louncény Fall manteve com a sociedade civil organizada do país e a Ordem dos Advogados a propósito da crise política surgida no Parlamento, na semana passada devido a nomeação de cinco Juízes para o Tribunal Constitucional.

Segundo o mesmo, esta dúvida é sustentada, sobretudo porque não obtiveram até ao momento, a autorização da CEN para efetuarem uma visita aos seus serviços informáticos, que considera ser a parte que lhes compete.

Hernâni Santiago reclamou também que já endereçou várias cartas a Assembleia Nacional pedindo a inclusão da observação eleitoral nacional como uma das partes essenciais para boa transparência eleitoral, e lamenta que “até agora não foi feito também porque o Presidente da Assembleia não nos recebe”.

Sobre a solução para a crise a volta do Tribunal Constitucional acredita que “deve haver bom senso e cedência para que a nossa democracia seja engrandecida”.

Fim/LM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome