Texto: Ricardo Neto ** Foto: Lourenço da Silva

São-Tomé, 01 Fev. (STP-Press) – O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, Patrice Trovoada presidiu esta manhã a cerimónia de lançamento do novo passaporte eletrónico são-tomense, tendo considerando “um salto bastante importante” visando à “credibilidade internacional” do arquipélago.

Demos um salto bastante importante” disse Patrice Trovoada tendo sublinhado tratar-se de “uma nova tecnologia de ponta, muito mais avançada em relação aos outros Países, e que irá permitir São Tomé e Príncipe ganhar a credibilidade internacional” em resposta as normas de segurança universal.

Disse ainda que o novo passaporte irá “permitir aos são-tomenses viajarem para o mundo inteiro com um “documento seguro” que também “tranquiliza” o país do destino que passa ter “a certeza” da sua “validade” e da sua proteção face a eventual tentativa de fraude.

O sistema de elaboração e de confeção de passaporte também é um sistema novo que permite detetarmos qualquer tentava de falsificação” , disse primeiro-ministro tendo acrescentado que “ isto vai permitir maior conectividade entre os são-tomenses e o exterior”.

Questionado sobre o custo do novo passaporte que ronda 1.700 Nova Dobras (cerca de 85 dólares), Trovoada respondeu que “ o valor corresponde ao produto”, para depois acrescentar que “ não se trata de uma troca normal de passaporte, mas sim um produto novo com qualidades e, necessariamente com novo valor

A cerimónia de lançamento que decorreu nas instalações do Serviço de Migração e Fonteiras contou com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros, Urbino Botelho, ministro da Defesa e Ordem Interna, Arlindo Ramos e altos responsáveis do ministério da Defesa e Administração Interna.

Fim/RN

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome