Por: Manuel Dênde jornalista da Agência STP-Press

São Tomé, 27 fev. 2018 (STP-Press) – Peixeiras da ilha do Príncipe decidiram instituir a data de 25 de fevereiro como dia das peixeiras dessa parcela de São Tomé e Príncipe.

Iniciativa apoiada pelo governo regional, na pessoa de José Cardoso Cassandra que garantiu na circunstância, que o seu Executivo vai viabilizar um subsídio financeiro para sufragar tais acções de sector privado.

Segundo José Cardoso Cassandra, ladeado pelo seu secretário das finanças Hélio Lavres, iniciativas de género incentivam o sector privado e potencia emprego e a ocupação de tempos livres para a população.

Na ocasião, o líder do governo da ilha do Príncipe apelou as peixeiras para garantirem a qualidade de peixe aos consumidores.

Na sua óptica, peixe com qualidade garante bem-estar da população.

“Não basta, por exemplo, salgar peixe. É preciso que a salga seja de qualidade para garantir melhor qualidade de vida para as pessoas”, defendeu.

Além de proclamação do dia, essas palaiês constituíram-se em cooperativa, ao qual envolve mulheres peixeiras de Hospital Velho, Praia Burra e Paria Campanha.

Trata-se de primeira iniciativa de género criada a nível de São Tomé e Príncipe.

Fim/MD

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome