São-Tomé, 09 Abr ( STP-Press) –  Apesar de marcar primeiro, a selecção são-tomense de futebol sub-17 perdeu por 1-2 diante da sua congénere dos Camarões em jogo da 2ª jornada do grupo “A” do Torneio da União das Federações de Futebol de África Central (UNIFFAC), a decorrer em Yaoundé, Camarões.

Disputado sexta-feira no estádio militar de Yaoundé (Camarões), os jovens sub-17 de São-Tomé e Príncipe entraram muito bem em jogo e conseguiram mesmo marcar aos 28 minutos por intermédio de Danilson Eusebio, que causou calafrios aos adeptos da terra de Roger Milla e Samuel Et’o.

Já na segunda parte, os “falcões e papagaios-zinhos” de São Tomé e Príncipe não conseguiram resistir a forte pressão dos pequenos “leões indomáveis” dos Camarões que acabaram por marcar dois golos à rajada por intermédio de Amah Awono, aos 54 e 56 minutos, num bis que desfez o sonho dos jovens são-tomenses.

Já na última quinta-feira, a equipa sub-17 dos Camarões havia empatou frente a sua congénere do Tchad por 1-1 em jogo de abertura deste torneio sub-regional do futebol africano que termina, quarta-feira, dia 11.

No grupo A, onde está inserida a selecção são-tomense, as equipas dos Camarões e Tchad estão, praticamente, qualificadas para as meias-finais juntamente com as duas primeiras do grupo B, onde estão, o RDCongo, o Congo Brazzaville, e a República Centro Africana.

No grupo B, no último sábado a República Democrática do Congo, RCD venceu o Congo Brazzaville por 3-2 e na sexta-feira o Congo Brazzaville goleou a Republica Centro Africana, DC por 6-1.

Fim/RN

1 COMENTÁRIO

  1. É bom sempre participar nestas competições regionais, quanto mais seja para ganho da experiência, pelos nossos atletas, quem diz sub-17, diz do escalão principal.

    Precisamos ainda nos organizar a nível do desporto interno, nas suas diferentes modalidades, saber tirar partido do desporto interligado com o clima, com o turismo, como um recurso estratégico, no tempo atual, para evolução desenvolvimento e receitas internas.

    O trabalho árduo a organização, bem como exponente da formação, são essenciais para o sucesso, almejado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome