Texto: Neisy Sacramento e Ricardo Neto **Foto: InterMamata

São-Tomé, 12 Abr ( STP-Press ) – O primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada defendeu hoje uma maior aposta no turismo, pescas e prestação de serviços como forma de se cumprir o plano estratégico “Fome Zero” antes de 2030 e consequentemente alcançar o desenvolvimento sustentável.

Trovoada fez estas declarações na cerimónia de lançamento oficial do “Relatório Final da Revisão Estratégica Fome Zero” 2030 esta manhã num dos hotéis de São-Tomé na presença da representante das Nações Unidas e outros parceiros de desenvolvimento bem como entidades públicas do País.

Tendo apontado o “financiamento” como a questão chave para a implementação da estratégia, o primeiro-ministro defendeu aposta no turismo, pesca e serviços com sendo as bases para a promoção de uma economia geradora de riqueza como forma de se eliminar a fome antes de 2030 e proporcionar o desenvolvimento sustentável do País.

Patrice Trovoada argumentou que neste plano estratégico “mais uma vez colocada a questão de financiamento, a questão de produção da riqueza ” para depois concluir que “ por isso a questão de nós termos uma economia real geradora de recursos na aqueles sectores prioritários que são turismo, pesca e serviços”.

Além de ter manifestado total engajamento do seu executivo no cumprimento do plano estratégico “Fome Zero” o chefe do governo são-tomense apelou ainda os parceiros de desenvolvimento a apoiar o arquipélago neste desiderato socioeconómico que “levará a eliminação da fome antes de 2030.

Queremos contar com todos atores de desenvolvimento nacional e parceiros estrangeiros para termos uma estratégia vencedora de luta contra a fome e todas as outras manifestações de miséria material, física e espiritual” – disse Trovoada, tendo sublinhado que “ temos de mudar os hábitos, temos que criar novos hábitos

Fim/NS e RN

#Pode ouvir Registo Áudio da STP-Press#

Declaração do Primeiro-Ministro, Patrice Trovoada

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome