Por : Ricardo Neto, Jornalista da Agência STP-Press

São-Tomé, 25 Abr ( STP-Press ) –  A ministra são-tomense da Saúde, Maria de Jesus Trovoada declarou hoje que a luta contra paludismo constitui a condição essencial para o desenvolvimento sustentável de São-Tomé e Príncipe, sobretudo, na vertente do combate à pobreza.

A governante são-tomense fez esta declaração esta manhã, em Pantufo, distrito de Mezochi, São-Tomé, no acto central por ocasião do dia mundial de luta contra o Paludismo que se assinala hoje no arquipélago com várias acitivadades organizadas pelo ministério da saúde.

Na sua intervenção Maria de Jesus Trovoada sublinhou que “ a luta contra o paludismo constitui condição essencial para o desenvolvimento nacional e uma vertente importante de luta contra a pobreza”.

Tendo exortado o envolvimento de todos na luta contra esta doença, a ministra da Saúde sustentou que o “completo compromisso” para o seu combate é a “condição primária para o sucesso do processo da nova era de eliminação” do paludismo no território são-tomense.

Depois de declarar que o paludismo deixou de ser a primeira causa de hospitalização e de morte em São-Tomé e Príncipe, a governante citou a evidente satisfação face as crianças com menos de cinco anos e as gravidas que também deixaram de sofrer “frequentemente” desta doença no País.

Disse ainda que a redução significativa de casos de paludismo em São Tomé e Príncipe, nos últimos tempos resulta de “muito empenhamento e abnegação no combate a esta doença” juntamente com os parceiros de desenvolvimento, permitindo um maior “vigor” na continuidade de acções de combate visando a eliminação do paludismo no arquipélago.

Fim/RN

#Pode ouvir Registo Áudio da STP-Press#

Declaração da Ministra da Saúde, Maria de Jesus Trovoada

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome