Mello Xavier deve ao Estado são-tomense por fisco cerca de três milhões de euros

0
122

São-Tomé, 03 Mai (STP-Press) – O órgão de Execução Fiscal da Administração Tributária são-tomense revelou quarta-feira numa nota enviada ao advogado do Mello Xavier, Guilherme Pósser da Costa, que este deve ao fisco o valor de nDb. 71 431 955,44, o equivalente a €2 915 590, resultante da sua gestão e lucros obtidos na Cervejeira Rosema, entre os anos 2007 e 2009.

Lê-se na nota que o Executado Mello Xavier tem doravante dez (10) dias para pagar o referido valor ou nomear bens à penhora, cujo produto servirá para liquidar a dívida em mora. Note-se que a dívida entrou sucessivamente em mora nos anos de 2007, 2008 e 2009, e o Mello Xavier recusou sempre liquidar a sua dívida ao Estado, tendo feito sucessivas oposições, sem qualquer sucesso.

A nota acrescenta ainda que Mello Xavier dispõe de inúmeros bens em São Tomé e Príncipe, que poderão servir para a liquidação efectiva de todas as suas dívidas para com o Estado.

Este documento do órgão de Execução Fiscal da Administração Tributária santomense surge poucos dias depois de um acórdão do Supremo Tribunal de Justiça ter ordenado a devolução da Cervejeira Rosema, ao empresário angolano Mello Xavier num batalha judicial que opõe a sociedade são-tomense dos “Irmãos Monteiro” que anunciou a intenção de interpor um recurso no Tribunal Constitucional contra esta decisão do Supremo por considerá-la inconstitucional.

Fim/RN.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome