São-Tomé, 25 Mai (STP-Press) — São Tomé e Príncipe vai inaugurar em junho um projeto de modernização dos sistemas de pagamentos bancários, financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), – disse quinta-feira à Lusa o representante daquela instituição no país.

Em declarações à Lusa à margem dos Encontros Anuais do BAD, que decorrem esta semana em Busan, na Coreia do Sul, Joseph Ribeiro afirmou que “na área financeira, o BAD tem um projeto para a modernização dos sistemas de pagamento, porque é difícil pagar com um cartão VISA, só nos hotéis é que se consegue”.

A modernização dos sistemas de pagamento “facilita o uso de cartões VISA e facilita o turismo”, pelo que a instituição vai fazer a inauguração deste projeto “durante a visita do presidente do BAD ao arquipélago, de 4 a 7 de junho”.

Questionado sobre o calendário de conclusão do projeto, ou seja, quando a rede VISA estará generalizada no arquipélago, Joseph Ribeiro respondeu que “o lançamento do sistema de pagamentos generalizados está lançado, mas os trabalhos estão em curso e depende da cadência do trabalho”.

O BAD, que gere uma carteira de cerca de 20 milhões de dólares no arquipélago, planeia também lançar a segunda fase do programa de apoio à gestão financeira do Estado, em 2019, para “facilitar a contabilidade do Estado e os processos internos”, e na área do Ambiente o BAD vai usa um “donativo de 3,5 milhões de dólares do Fundo Mundial do Ambiente neste e no próximo ano para garantir mais resiliência às mudanças climatéricas”.

O responsável do Banco em São Tomé e Príncipe destacou ainda a aposta nas energias renováveis no país e disse que em 2019 será lançada “a segunda fase do programa de infraestruturas em agricultura, pistas rurais, irrigação e estufas, para diminuir o êxodo das zonas rurais para a cidade”.

Também nos projetos em curso está a “atividade de cartografia aérea, que vai facilitar a atualização da rede geodésica e o ordenamento do território, que é um importante instrumento de governação”, destacou o responsável.

A reunião dos governadores do BAD decorre esta semana na Coreia do Sul e tem como tema oficial ‘Acelerando a Industrialização de África’, e decorre num contexto de crescimento fraco no continente e de dívida pública excessiva.

Os Encontros Anuais são uma das maiores reuniões económicas sobre o continente africano, juntando chefes de Estado, acionistas de referência no setor público e privado, governadores dos 80 bancos centrais que são acionistas do BAD e académicos e parceiros para o desenvolvimento.

Fim/ STP-Press/ Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome