Por: Ricardo Neto, Jornalista da  Agência STP-Press

São-Tomé, 28 Jun ( STP-Press ) – O Governo são-tomense lançou a campnaha de  proibição de venda de bebidas alcoólicas aos menores alertando para o dispositivo jurídico que interdita a tal prática em cerimonia quarta-feira presida pelo ministra da Justiça, Administração Pública e Direitos Humanos,  Ilza Amado Vaz.

Logo após a abertura da campanha de reativação de placas punitivas ao uso de bebidas alcoólicas por parte dos menores, na sua intervenção a ministra Ilza Amado Vaz disse que o acto visa essencialmente, chamar atenção de todos cidadãos no combate a este fenómeno que tende a prevalecer, sobretudo, nas crianças.

“Queremos alertar a população sobre a existência da lei e, que há necessidade de todos nós colaborarmos para que a bebida alcoólica não faça parte da vida das nossas crianças” – sublinhou a governante.

Tendo sublinhado que “ a situação de consumo de álcool é preocupante a nível nacional” Ilza Amado Vaz exortou para uma atenção especial aos casos relativos as crianças face a vulnerabilidade das mesmas.

Disse que o uso alcoólica por parte de menores é “ uma situação que provoca perturbação do desempenho a nível escolar” bem como “a nível da constituição psicológica” com consequências nefastas para a sociedade tendo apontado como exemplo “a violência entre os colegas, a violência doméstica, violações e crimes”.

De acordo com os dados de UNICEF em São-Tomé, cerca de 67 por cento de jovens entre 15 e 27 anos declaram já ter consumido bebidas alcoólicas.

 

Fim/RN

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome