Texto: Ricardo Neto ** Foto: Lourenço da Silva

São-Tomé, 14 Set ( STP-Press ) –  As autoridades financeiras de São Tomé e Príncipe em parceria com o Banco Mundial acertaram em melhorar a qualidade de serviços em diferentes sectores financeiros do País através de um programa de formação e capacitação de quadros, anunciou quinta-feira o ministro são-tomense das Finanças, Comércio e Economia Azul, Américo Ramos.

Atelier do lançamento do projecto do reforço da capacidade institucional,PRCI

Ramos fez esta declaração na manhã de quinta-feira no atelier do lançamento do projecto de reforço da capacidade institucional, PRCI, testemunhado pela ministra são-tomense da Justiça, Administração Pública e Direitos Humanos, Ilza Amado Vaz bem como responsáveis superiores e quadros dos sectores acfectos ao projecto.

A plateia do Atelier do projecto de reforço da capacidade institucional

Na sua intervenção o ministro Américo Ramos sublinhou que “esperemos daqui a quatro anos com fim do projecto a melhoria de performance destes sectores financeiros”, tendo-se referido aos Registo e Notariado, as Finanças Públicas, o Instituto Nacional das Estatística, a Justiça e outros sectores afins.

Um das intervenções no Atelier do PRCI

A directora geral do Instituto Nacional da Estatística, Elsa Cardoso aproveitou para anunciar a realização no País de um recenseamento empresarial de modo a se quantificar o número de empresas que operam no mercado são-tomense.

foto familia dos participantes do Ateleier do PRCI num dos hoteis de São Tomé

Realizado num dos hotéis de São Tomé, o atelier contou com várias intervenções e apresentações feitas por representantes do Banco Mundial, Banco Central são-tomense, Gabinete de Reformas das Finnaças Públicas, Registo e Notariado e do Instituto Nacional das Estatística, INE.

Fim/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome