mulher são tomense: o simbolo do 19 Setembro

Arquivo & tratamento fotográficos de Lourenço da Silva

São-Tomé, 18 Set ( STP-Press) – São Tomé e Príncipe comemora esta quarta-feira, o Dia da Mulher São-tomense em honra à histórica manifestação de 19 de Setembro de 1974, protagonizada por um grupo de mulheres que saiu as ruas da capital são-tomense exigindo ao então governo colonial a independência nacional do arquipélago, conquistada, um ano depois, em 12 de Julho de 1975.

mulhures de 19 de Setembro.74 preocupadas com a indepedencia total e completa, conquistada em 12 de Julho de 75

«Em 19 de Setembro, um grupo de mulheres vestidas de preto e dirigido pela líder Alda Graça manifestou-se em frente do palácio do governador contra alegado envenenamento do sal e da água potável pelos portugueses. Por esse motivo, o dia 19 de Setembro, depois da independência tornou-se o Dia da Mulher São-tomense.» – o conceituado escritor alemão Gerhard Seibrt na página 108 do seu livro intitulado: Camaradas, Clientes e Compadres sobre o Colonialismo, Socialismo e a Democratização de São Tomé e Príncipe.

19 de setembro de 1974: Um facto que contribuiu para independencia nacional de 12 de Julho de 1975

Nos últimos anos esta efeméride tem sido comemorada com várias actividades, designadamente, políticas, culturais e recreativas, espalhas por vários quadrantes do País.

Fim/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome