São-Tomé, 10 Out. (STP-Press) – Os observadores eleitorais da CPLP consideram que as eleições são-tomenses de domingo decorreram “com base no respeito dos princípios democráticos e direitos políticos consagrados na Constituição do País”, segundo as declarações terça-feira do chefe da missão, Zacaria da Costa.

“A missão de observação eleitoral da CPLP considera que as eleições decorreram com base no respeito dos princípios democráticos e direitos políticos consagrados na Constituição da República de São Tomé e Príncipe, no contínuo reforço das boas práticas e de acordo com os procedimentos previstos na lei eleitoral do país”, disse Zacaria da Costa, citando, o relatório preliminar da missão.

“A nossa missão concentrou a sua observação no dia da votação, acompanhámos a abertura e encerramento e a contagem das mesas”, disse o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, Zacarias da Costa, tendo destacado a “significativa afluência dos eleitores às urnas” bem como a composição das assembleias de votos.

“A missão de observação eleitoral da CPLP realçou positivamente o envolvimento de todos os atores políticos e intervenientes no processo eleitoral”, de acordo com o documento, que acrescentada registo de “algumas dificuldades logísticas” mas sem comprometer o funcionamento das assembleias de voto.

Questionado pela imprensa se a missão teria registado indícios de fraude eleitoral, o Chefe da missão dos observadores da CPLP, Zacarias da Costa respondeu: “durante o processo eleitoral, até à contagem nas mesas de assembleias de voto, não”.

Fim/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome