Líderes da oposição: Jorge Bom Jesus (MLSTP) Arlindo Carvalho e Carlos Neves da coligação PCD-MDFM-UDD

Por: Ricardo Neto, jornalista da Agência de Notícias STP-Press 

São-Tomé, 26 Out (STP-Press) –   A oposição formada por MLSTP-PSD e a Coligação PCD-MDFM-UDD, foi hoje recebida em audiência pelo Presidente da República, Evaristo Carvalho, a quem deram garantia de sustentabilidade parlamentar para assumirem a governação do País, como 2ª e 3ª forças mais votadas nas eleições legislativas são-tomenses  de 07 de Outubro.

A saída da audiência, o líder do MLSTP-PSD, Jorge Bom Jesus disse que “viemos entregar ao Presidente da República um dossier, contendo as 28 subscrições dos mandatos que a oposição tem … e que assegura a possibilidade da oposição garantir a sustentabilidade parlamentar e ser governo”.

Além do “acordo de incidência parlamentar” estabelecido entre as duas forças, Jorge Bom Jesus acrescentou que o dossier contem ainda “a declaração que sela o entendimento e atualiza” pacto entre ambas visando assunção do poder para uma governação em aliança.

A oposição são-tomense tem reclamado o direito de assumir o poder por dispor de sustentabilidade parlamentar com 28 dos 55 mandatos do Parlamento são-tomense e com alegação que o partido vencedor, ADI não dispõe da supra-citada condição para governar em estabilidade.

Nas legislativas de 07 de Outubro, ADI foi o partido vencedor com a maioria simples de 25 dos 55 deputados ao parlamento, seguido do MLSTP-PSD, com 23, coligação PCD-MDFM-UDD com 5 o Movimento de Cidadãos Independentes com dois deputados.

Fim/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome