B. Jesus (MLSTP-PSD) e L. Nazaré ( ADI) recebidos em separados por PR sobre a formação do governo

Texto: Ricardo Neto ** Foto Lourenço da Silva

São Tomé, 24 Nov. ( STP-Press ) – “ Se houver um governo minoritário, naturalmente, cairá no parlamento” disse Jorge  Bom Jesus,  líder do MLSTP, sexta-feira à saída do encontro com Presidente da República, sobre formação do próximo governo enquanto Levy Nazaré declarou que “ADI ganhou, mas, a decisão é do Presidente”.

A saída do encontro com Chefe do Estado, o líder do MLSTP-PSD, Jorge Bom Jesus disse que o Presidente da República tem agora a prerrogativa constitucional de indicar um primeiro-ministro do ADI que dispõe de uma minoria parlamentar de 25 mandatos ou optar pela nova maioria de 28 mandatos resultantes de 23 do MLSTP-PSD mais 5 da coligação PCD-MDFM-UDD.

“ A bola está nos pés do Presidente da República para fazer jogo em função das prerrogativas constitucionais que tem” – disse Bom Jesus tendo acrescentado que “ a nova maioria, MLSTP-PSD e Coligação está pronta e firma para que, se eventualmente houver um governo minoritário, naturalmente que ele cairá na Assembleia Nacional”.

O líder do MLSTP-PS disse ainda que “ depois do sinal dado no parlamento, a nova maioria com 28 deputados está em condições de viabilizar o próximo governo, garantindo de facto a maioria absoluta”.

Também auscultado pelo Presidente da República sobre a mesma questão, o secretário-geral do ADI, Levy Nazaré declarou que o seu partido ganhous as eleições mas que decisão sobre quem irá governar cabe ao Chefe de Estado são-tomense.

“ ADI ganhou as eleições, chegou primeiro, mas a decisão é do Presidente da República” disse Levy Nazaré tendo defendido diálogo e entendimento para uma governação consensual face aos resultados do escrutínio.

“Independentemente de quem estiver no governo como na oposição a mensagem do povo foi clara, a de sentarmos a mesma mesa para resolvermos os grandes desígnios nacionais”, disse Levy Nazaré tendo acrescentado que o povo não deu maioria absoluta a nenhum partido de forma a se “dialogar para o entendimento”.

Fontes presidenciais admitem que até quarta-feira, o Chefe de Estado são-tomense decidirá sobre qual dos dois blocos partidários [ ADI ou a aliança-MLSTP e Coligação] irá assumir a governação do País na sequência das eleições legislativas de 07 de Outubro.

Fim/RN

Ouça declaração B. Jesus (MLSTP-PSD)

Ouça declaração de L.Nazaré (ADI)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome