Por: Neisy Sacramento e Ricardo Neto da Agência de Notícias STP-Press

São-Tomé, 29 Nov. ( STP-Press) – O ainda primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada, decidiu suspender as suas funções de liderança do seu partido ADI,  vencedor das eleições legislativas de 07 de Outubro, anunciou hoje o próprio Trovoada numa entrevista à Radio Nacional.

“Eu decidi que irei suspender as minhas funções como presidente do ADI”, disse Patrice Trovoada, tendo acrescentado que “ espero que o partido vá rapidamente a um congresso para que saia mais fortalecido e com melhores ideias para os desafios dos próximos tempos”.

“ Penso que chegou o momento de eu recuar um pouco”, disse Patrice Trovoada, tendo anunciado a realização no dia 09 de Dezembro de uma reunião do conselho nacional do partido para analisar a sua decisão.

“ Eu penso que neste conselho nacional o ADI encontrará certamente uma fórmula para  que esta minha suspensão possa ser conhecida por outros companheiros”- disse Trovoada.

Há pouco mais de quinze dias, Patrice Trovoada havia declarado que não iria chefiar o próximo governo a ser formado por seu partido ADI, e defendeu na altura o diálogo com outras forças políticas, sobretudo, o MLSTP-PSD para a garantia da estabilidade governativa do País.

Fim/NS e RN

Ouça a declaração de Patrice Trovoada

2 COMENTÁRIOS

  1. Seria inteligente da ADI, abster de formar governo, não existe condições de governar, sabendo que no parlamento vai encontrar forças de bloqueios, nem haverá de estabilidade nos próximos tempos, nem mesmo dentro da coligação, necessário saber ler o momento actual, as reais condições do País, os desafios, serenar os animos, aceitar que apesar de ter ganho eleição, jamais tem condições de governar, deixar o povo tirar devidas ilações.

    Reorganizar as bases o partido.

    Mas jamais deixar de exercer a sua responsabilidade enquanto partido politico, ainda que na oposição, projectar o futuro.

    Vejam como se compõe a coligação, esperam que algo de bom vem aí?

    Que renovação houve???

    Os mesmos papões de sempre, incrível…

  2. O momento não é de governação para ADI.

    Se se teimar as coisas podem ser ainda pior se se formar governo, se houver queda de governo, se houver eleições.

    A que saber ler o momento politico nacional.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tome e Príncipe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome