Texto: Ricardo Neto ** Foto: Lourenço da Silva

São Tomé, 05 Dez. (STP-Press) – O Governo de São Tomé e Príncipe anunciou hoje a reposição da hora legal do arquipélago já a partir de 01 de Janeiro de 2019 em cumprimento uma das promessas eleitorais do Primeiro-Ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus, líder do MLSTP-PSD, anunciou esta manhã o porta-voz do Executivo, Adelino Lucas.

Lucas que exerce as funções de Secretário de Estado para a Comunicação Social disse que a decisão da reposição da hora foi tomada terça-feira em reunião de Conselho de Ministros em da análise da situação social, economia e financeira do País, logo após a entrada em funções segunda-feira deste Executivo chefiado por Jorge Bom Jesus.

“ O Conselho de Ministros, relativamente a hora legal de São Tomé e Príncipe, decidiu que a partir de 1 de Janeiro de 2019 será reposta a nossa hora secular” – sublinhou o porta-voz do Governo.

A mudança da hora são-tomense por aumento de mais 60 minutos foi tomada em Janeiro de 2018 pelo antigo governo do ADI, liderado por Patrice Trovoada tendo alegado na altura o enquadramento a um novo plano estratégico e de desenvolvimento do País.

Bastante crítico a decisão do anterior governo, o actual Primeiro-Ministro, Jorge Bom Jesus havia prometido em campanha eleitoral que a reposição da hora legal seria a primeira decisão a tomar na qualidade de Chefe do Executivo são-tomense.

Além da hora, o Conselho de Ministros, dentre outras decisões, orientou ao titular da pasta do comércio para se diligenciar no sentido de garantir abastecimento do mercado com os “bens alimentares de primeira necessidades” tendo em conta a quadra festiva do natal e de ano novo.

Fim/RN

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome