Texto: Ricardo Neto ** Foto: Lourenço da Silva

São-Tomé, 09 Dez, (STP-Pres) – Portugal está “aberto e disponível” para relançar a cooperação técnico-militar com São Tomé e Príncipe, anunciou, sábado, o ministro português da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, no final de uma visita de 24 horas ao arquipélago, onde se encontrou com as mais altas entidades do Estado e visitou o Navio de Patrulha luso que fiscaliza o mar são-tomense.

Ao chegar a capital são-tomense na tarde de sábado, o ministro da Defesa Nacional de Portugal, João Gomes Cravinho foi recebido no aeroporto internacional pelo seu homólogo são-tomense, o Coronel Óscar Sousa acompanhado de vários dirigentes do sector da defesa e segurança bem como a representação portuguesa residente.

O ministro português da Defesa foi conduzido de imediato ao gabinete do novo primeiro-ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus, a quem felicitou pela ascensão ao cargo, tendo manifestado a abertura e disponibilidade de Portugal de reforçar a cooperação técnico-militar com São Tomé e Príncipe.

“ Tive a oportunidade de felicitá-lo e desejar felicidade para o seu governo” disse João Gomes Cravinho, tendo sublinhado que “ estamos naturalmente abertos e disponíveis para agora encetarmos contactos nos mais nobres caminhos de cooperação com São Tomé e Príncipe” no domínio técnico-militar.

Depois do encontro com o seu homologo são-tomense, o Coronel Oscar Sousa, nas instalações do ministério da Defesa, o governante português, seguiu-se depois para visita ao Navio português Patrulha Zaire que se encontra no mar são-tomense em vigília, fiscalização e capacitação da guarda costeira local, num projecto que vai prolongar-se até 2019.

Já a caída da noite, o ministro português da Defesa Nacional foi ao palácio presidencial são-tomense, onde se encontrou com o Presidente da República, Evaristo Carvalho com quem abordou  questões da cooperação técnico-militar entre São Tomé e Príncipe e Portugal.

Fim/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome