Por: Ricardo Neto, Jornalista da Agência de Noticias STP-Press

São-Tomé, 11 Dez. (STP-Press) – O primeiro-ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus garantiu hoje o pagamento do 13º mês tendo sublinhado tratar-se de um “esforço” do seu executivo para que “cada um passasse uma quadra festiva com alento e alegria ”, apesar da “difícil situação económica e financeira” do País.

O chefe do governo são-tomense fez estas declarações hoje num autêntico balanço de pouco mais de uma semana da sua governação diante dos jornalistas, tendo sublinhado que “além do salário [de Dezembro] nós teremos também o tradicional 13º”.

“ Este mês de Dezembro é legítimo que fizéssemos todos os esforços para que cada um tivesse os seus salários para que passassem a quadra festiva com algum alento com alguma alegria” – disse Bom Jesus que fez um balanço “crítico e preocupante” da actual situação económico-financeira do País.

“ Não encontramos verbas para pagamento de salário” disse o primeiro-ministro numa clara imputação de responsabilidade aos anterior governo tendo acrescentado que “ tive informações que nos últimos meses recorreu-se aos créditos bancários para pagar salários”.

No seu balanço de governação, Jorge Bom Jesus voltou anunciar um plano de emergência para mitigar a crise de electricidade que assola o País através de aquisição de novos geradores bem como a recuperação de outros com apoio dos parceiros de cooperação.

Tendo visitado esta manhã o hospital Ayres de Menezes, o chefe do governo defendeu também a necessidade uma intervenção de emergência neste maior centro hospitalar do País, citando aquisição de vários grupos de “medicamentos, reagentes, abastecimento  de água potável bem como outras situações que carecem de interferência imediata.

Fim/RN

Ouça Primeiro-Ministro Bom Jesus sobre 13º e salário de Dezembro

2 COMENTÁRIOS

  1. Se a situação é crítica a nível económico financeiro, com salários em atraso, dívidas a empresas, como pode pagar o décimo terceiro mês?

    Ou é ou não.

    Por outro lado querer fazer as coisas a pressa, sem ter noção daquilo que diz as estatísticas nacionais internacionais para cada sector significa o não levantamento, nem conhecimento da Real situação do País por sector.

    O que se adivinha mais uma vez são políticas soltas, sem nenhum enquadramento estatístico da realidade dos números nacionais, quando ao sector social Cultural, Ambiental, Desportivo, Político, Económico e Financeiro.

    O que significa dizer somente trabalho de bombeiro.

    Pois que este quadro é propício a corrupção.

    Jamais resolve a questões estruturais do País.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  2. Num dos canais da televisão Portuguesa, talvez até europeia a uma campanha de ajuda com imagens de crianças desnutridas de África.
    Segundo notícias, São Tomé e Príncipe e Guiné Bissau, são dois países da CPLP, onde o índice de desnutrição são maiores.

    Tenhamos o mínimo de vergonha, na cara.

    Aprendamos a cuidar do que é nosso.

    Quando vimos as nossas televisões com campanhas de ajuda para .crianças europeias desnutrida.

    Tu és de São Tomé e Príncipe

    Acredita em ti

    Tu és capaz, todos juntos somos mais

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome