Por: Ricardo Neto, jornalista da Agência de Notícias STP-Press

São-Tomé, 12 Dez ( STP-Press ) –  “ Nós [governo] queremos uma imprensa livre, imparcial, transparente e naturalmente responsável” – declarou terça-feira o Primeiro-Ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus diante dos órgãos estatais e privados, numa entrevista balanço pouco mais de uma semana da sua governação sustentada por MLSTP-PSD e a Coligação PCD-MDFM-UDD.

“ A comunicação social é uma peça fundamental na consolidação e afirmação do nosso processo democrático” disse Jorge Bom Jesus para depois sublinhar que “ por isso, nós queremos uma imprensa livre, imparcial, transparente e naturalmente responsável”, na divulgação da “verdade” dos factos e acontecimentos de interesse público.

Além da divulgação de notícias, o primeiro-ministro argumentou que os profissionais da comunicação social têm ainda a missão de “formar o próprio cidadão” numa perspetiva para  tomada de decisão de forma livre e consciente no âmbito do processo de desenvolvimento sustentável do País.

Durante a entrevista, o primeiro-ministro citou ainda a “garantia das liberdades individuais” como um dos eixos fundamentais da sua governação, tendo sublinhado que “ nós precisamos desta liberdade” uma vez que a mesma “permite uma maior criatividade, maior liberdade de pensamento e de ação”.

“ Algumas pessoas nos dizem que já se respira um ar diferente de liberdade e de democracia e, é isto que queremos” disse Bom Jesus tendo acrescentado que “ não queremos que os cidadãos estejam preocupados com escutas telefónicas e com bufarias”.

No período da campanha eleitoral para as legislativas de 07 de Outubro último, Jorge Bom Jesus, o líder do MLSTP-PSD havia denunciado e acusado o anterior poder, sustentado por ADI, da prática de ditadura bem como a manipulação e censura sobretudo nos órgãos estatais de imprensa.

Fim/RN

Ouça Primeiro Ministro, Jorge Bom Jesus sobre a imprensa livre

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome