Texto: Ricardo Neto **Foto: Cristiano Dondo

Sã-Tomé, 27 Dez (STP-Press ) –  A Assembleia Nacional, o Parlamento são-tomense aprovou hoje o programa do governo chefiado pelo Primeiro-Ministro, Jorge Bom Jesus que apelou envolvimento de todos para se “reverter a atual situação socioeconómica e financeira” do País que considera de “ um doente e acamado”, mas que “ pode ainda salvar-se”.

“ Um verdadeiro doente acamado nos serviços de urgências, todavia não está na fase terminal e pode ainda salvar-se” disse Jorge Bom Jesus referindo-se ao “mau estado da Nação” como consequência da “situação socioeconómica e financeira herdada do anterior governo”.

Disse ainda que a discussão e aprovação hoje do programa do seu governo em pleno período das festas do natal e ano novo “testemunha a urgência, pertinência, inconformismo e determinação na busca de remédio e terapia de choque e solução para reverter a ingente realidade actual”

“Aliás os 15 dias de governação à bombeiro permitiram já proceder ao pagamento de salário e 13º, mitigar os apagões e de défice energética com injeção de 15 megawatt na rede e de dar inicio a tapagem de buracos nas estradas das artérias da cidade” acrescentou Jorge Bom Jesus tendo felicitado os técnicos da Empresa de Agua e Electricidade, EMAE, pela integra aos serviços.

No âmbito do programa de governação, Jorge Bom Jesus sublinhou o plano para “eletrificação sustentável e limpa” do País através de “migração do sistema térmico para renovável”, designadamente hídrico e solar bem como a aposta para “o tratamento e abastecimento de água potável” em todo território nacional.

Citando a “geopotencialidade”, do arquipélago o chefe do governo defendeu uma melhor exploração da economia azul através do mar envolvendo os parceiros de cooperação bem com a promoção de plataforma para prestação de serviços a nível da região do golfo da Guiné.

Tendo considerado o turismo, um dos sectores estratégicos para o relançamento da economia, bem como a modernização da agricultura, das pescas, o primeiro-ministro falou ainda de uma maior aposta ao sector no comércio e a promoção da indústria.

Ao defender a saúde como um direito constitucional dos são-tomenses para proporcionar o desenvolvimento do País a par da educação Jorge bom Jesus falou da melhoria da qualidade de ensino e prestação de serviço de saúde bem como uma atenção especial a juventude, citando ainda a continuidade do processo da reforma do Estado, sobretudo, nos sectores da justiça, assistência social, administração pública, comunicação social dentre outros esferas de actividades públicas e privadas, numa perpectiva de desenvolvimento sustentável.

Fim/R

3 COMENTÁRIOS

  1. Torna-se urgente, pesquisar as vantagens e desvantagens de um pequeno estado insular, com dupla insularidade, pequeno no tamanho territorial e populacional, sem voz na esfera internacional, dependente de ajuda externa, com pouco recursos naturais, pobre, na quase nada produz,em termos de bens ou produtos de mais valias.

    Põe-se a questão onde e como começar a organizar o País(Território/População/Administração), pequeno estado com dupla insularidade? Que vantagens e desvantagens?

    Território pequeno, frágil ecossistema, agricultura intensiva viável? E a pecuária? E a pesca? O recurso mar? O espaço aéreo? As tecnologias de informação e comunicação?
    Os serviços instituições financeiras, instituições de educação e formação de excelência, as instituições de saúde de excelência, a aposta na organização desportiva, aliada ao turismo, a prestação de serviços, modernizaçao administrativa podem aliada a boa governação, governação criteriosa e rigorosa, a boa administração da justiça devem ser apostas acertadas de mais valias organizativas, com receitas económicas financeira, capaz de impulsionar o crescimento rumo ao desenvolvimento com regras para a sustentabilidade ou desenvolvimento sustentável.

    Neste acervo a aposta na formação profissional, nas várias vertentes da economia azul, incluindo a segurança marítima o desporto, portos, serviços navais, na pecuária, na agricultura, na construção, na electrónica, na mecânica, carpintaria, serralheria, na gestão administração pública no que diz respeito a novas tecnologias de informação e comunicação, etc, etc enquadrada a todos os sectores da vida nacional, será uma mais valias organizativas estruturante da economia e finanças do País Território, População, Administração.

    Jamais se pode continuar a admitir, a organização do pequeno comércio, na forma como tem sido feito, sobretudo nas ruas nas feiras, sem nenhum controlo, pondo em causa a higiene segurança e saúde pública da população.

    Temos uma população sedente de praticar pequeno comércio, como modo de sobrevivência vê se nas prais, nas ruas e nos mercados, mas a forma desorganizada, sem regras bem rigor, como se faz é inadmissível.

    Sr. Primeiro Ministro, Sr.Ministro da Saúde, alimentos medicamentos vendidos nos passeios no Chão, onde há lamas, ratos, pulgas, animais a solta, jamais é digno de um País(Território/População/Administração), que se quer organizado, temos os problemas e desafios de doenças já diagnosticadas, das quais a origem já conhecemos, há falta de higiene pública, há falta de segurança alimentar.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    Se és de São Tomé e Príncipe

    Acredita em ti

    Juntos somos capaz, juntos somos mais fortes

  2. Há que ter em conta ainda a viabilização sustentação, dos sectores energéticos, as telecomunicações, as vias de comunicação, acessibilidades, os portos e aeroportos, os serviços náuticos, os cluster do mar, incluindo a segurança marítima, as vantagens da organização e práticas de eventos náuticos desportos associados, ao Turismo, a gastronomia, cultura.

    Aposta na justiça, sua modernizaçao para o rigor, a celeridade, assertividade dos actos jurídicos.

    Necessário se torna organizar melhor as instituições nacionais, capacita-las, no rigor dos procedimentos administrativos, financeiros, na deontologia profissional, na qualificação, na gestão, de modo a torna-las instituições fortes e credíveis.

    Sentido rigor transparência do Estado na gestão da coisa pública

    A preservação do meio ambiente, na natureza, dos ecossistemas nacionais, proteção costeira.

    Organização do sector dos transportes, de passageiros e de carga, melhor distribuição dos táxis, por praças ou artérias das várias cidades distritos, investimentos fomentar as ligações marítimas aéreas de telecomunicações de Internet, informação entre as Ilhas e com o exterior, sobretudo o continente.

    Muito a fazer o que exige da sociedade civil organizada também empenho e trabalho contribuições conjuntas.

    Tu está de São Tomé e Príncipe

    Acredita em ti

    Tu és capaz

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  3. Sem esquecer investigação e formatação organização de um bom serviço de estatísticas, para que se possa planear, com rigor acções e políticas que possam inverter a realidade dos números nacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome