Por: Manuel Dendê, Jornalista da Agência de Notícias STP-Press

São Tomé, 10 Jan. 2019 (STP-Press) – A ministra são-tomense da Educação e Ensino Superior, Julieta Isidro Rodrigues, acaba de inaugurar, em São Tomé (na Ilha de São Tomé), duas salas de aulas na Escola Dª Maria de Jesus, unidade de ensino do subsistema de Ensino Básico de São Tomé e Príncipe.

A cerimónia oficial ocorreu nas instalações da escola, na praça Alda do Espírito Santo, na Cidade de São Tomé e que, contou, além da titular de educação, com a diretora do Ensino Básico, Deolinda Carvalho, Isabel Domingos, diretora desta unidade de ensino e outros quadros seniores do Ministério da Educação.

No acto, realizado quarta-feira, a governante saudou a instituição bancária que viabilizou, a título de empréstimo, 42 mil Euros para construção de duas salas de aulas e defendeu que a melhoria de Ensino só é possível com a comparticipação dos pais e encarregados de educação.

A governante que denunciou alguns constrangimentos que obstaculizam ensino aprendizagem no país, pontuou, nomeadamente, a superlotação das salas de aulas e reprovou a teoria de que basta construir salas de aulas para garantir a melhor qualidade de ensino sem o envolvimento da Sociedade.

“É necessário que os pais e encarregados de educação se comprometam com a educação, nomeadamente, o ensino dos seus filhos e tal comparticipação vai reflectir na melhoria e qualidade do homem de amanhã que nós almejamos”, assegurou.

Esta unidade de ensino é uma escola de referência no país pelos seus pergaminhos, tendo no período colonial formado uma elite que hoje se faz sentir na sociedade são-tomense e detém hoje, mais de cinco centenas de crianças em várias classes nos dois períodos do dia.

Recorde-se que as autoridades são-tomenses decidiram, há um ano, avançar com a política de gratuitidade de Ensino Básico até ao nível de 9ª classe de escolaridade em São Tomé e Príncipe.

Fim/MD

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome