Texto: Ricardo Neto ** Foto: Lourenço da Silva

São-Tomé, 19 Mai ( STP-Press) – Governo são-tomense procedeu hoje a entrega de viaturas, equipamentos técnicos e mobiliários aos órgãos da comunicação social, nomeadamente, a Televisão São-Tomense, Rádio Nacional e Agência, STP-Press, em cerimonia presidida esta tarde pelo Primeiro-Ministro, Jorge Bom Jesus, ladeado por ministro da Presidência, Wuando Castro e Secretário Estado, Adelino Lucas.

Avaliados em cerca de 106 mil dólares, dos materiais contam três viaturas, sendo, um para cada um dos órgãos, integram ainda a lista alguns materiais para televisão são-tomense, a TVS, tais como quatro câmaras de filmagem, um computador de emissão, um régie vídeo de produção-transmissão, microfones diversos bem como equipamento para estúdios e escritório.

Na sua intervenção o Primeiro-Ministro, Jorge Bom Jesus sublinhou que “ a comunicação social é na nossa perspectiva tão importante quanto a luta que temos travado na frente sanitária [pandemia da Covid-19], tentando salvar todos os dias a vida dos são-tomenses”.

Bom Jesus disse ainda que “ este processo desencadeado no ano passado, felizmente e em bom momento conseguimos concretizar agora num momento de crise pandémica em que São Tomé e Príncipe vê-se abraços a todos níveis com esta crise”.

“ Há todo um trabalho que a comunicação social terá de fazer no sentido de sensibilizar a população … para um cidadania responsável, sobretudo, na vertente sanitária” disse Jorge Bom Jesus, acrescentando que “ que é preciso muito responsabilidade”.

 “ São Tomé e Príncipe é uma construção e cada governo tem que aportar a sua contribuição” disse Bom Jesus, argumentando que “ nenhum governo consegue fazer tudo muito menos fazer se a colaboração de todos”, acrescentando que “ este governo está assumir a sua responsabilidade”.

Na sua intervenção, o Ministro da Presidência, do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares, Wuando Castro disse que “pedimos a maior responsabilidade, mais profissionalismo, mais cuidado com o bem público”, acrescentando que “ vamos continuar a investir na comunicação social”, citando a vertente de “capacitação e formação de quadros”.

O director da TVS, José Bouças em nome dos seus homólogos, designadamente, Silvério Amorim da Rádio Nacional e Ricardo Neto da STP-Press, agradeceu a iniciativa do executivo, prometeu melhoria de prestação de serviços, mas defendeu a continuidade de assistência a classe, sobretudo, em termos salariais no âmbito de um dos processos em marcha.

Fim/RN

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Seu nome