Falta de urbanização prejudica

serviço dos bombeiros

Resultado de imagem para bombeiro de são tomé e principe

São Tomé 15 de mai. 2017 (STP-Press) – O Comandante do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), o Intendente João Zuza reconheceu domingo, alguma ineficácia no combate ao incêndio devido as características da urbanização em São Tomé.

João Zuza admitiu que por falta ou defeitos na urbanização em algumas localidades, impossibilitam de certa forma a entrada das viaturas dos bombeiros que respondem prontamente a chamada da população.

O Comandante do SNPCB reclama também a aquisição de uma viatura de desencarceramento e do Aparelho Respiratório Isolante de Circuito Aberto (ARICA).“Este último é um equipamento utilizado por bombeiros quando precisam agir em atmosferas potencialmente tóxicas, com baixo teor de oxigénio”, explicou. 

João Zuza teceu essas declarações no âmbito de uma iniciativa denominada de “Quartel na Rua”, que levou a transferência de todos os serviços dessa unidade para o largo da praça da UCLLA, na cidade capital.

Esta iniciativa marcou o início das actividades da celebração do “dia da protecção civil e bombeiros, 17 de maio”.  Sendo um serviço virado especialmente para o público, João Zuza considera que tê-los na rua, possibilitou a população “ter consciência daquilo que são os nossos serviços, dia a dia”.

O SNPCB reativado no ano 2000 vem conhecendo algumas melhorias ao longo dos anos que culminaram com a aprovação da lei IV/2016 que veio dar suporte legal a esta unidade.
Fim/LM

 

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::