Guadalupe e Stº António eleitas para cidades

verdes em São Tomé e Príncipe

Foto de Câmara Distrital de Lobata - CDL.

São Tomé, 06 jun. (STP-Press) – Delegados de (seis) Estados de África Central encontram-se, reunidos, desde segunda-feira, em São Tomé, para discutirem a implementação de um projecto de conversão das cidades desses países em espaços verdes.

 

O projecto financiado pela FAO (Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) reúne na cidade de São Tomé, além do país anfitrião, delegações do Gabão; Tchade; Camarões; Congo e Guiné Equatorial.

Falando na abertura da reunião que decorre num dos hotéis da cidade de São Tomé, o são-tomense Argentino Pires dos Santos, delegado da FAO, ao saudar os presentes, mostrou-se esperançado na viabilização de um projecto que garanta segurança e dieta alimentar para cidadãos da sub-região de África Central.

 

No arquipélago de São Tomé e Príncipe, o projecto é implementado nas cidades de Guadalupe (na Ilha de São Tomé), e a Cidade de Stº António (na Ilha do Príncipe).

 

No evento, São Tomé, fez-se representar, entre outros, pelo líder do município de Lobata, que na abertura da reunião anunciou que vai aproveitar espaços urbanos, da urbe que dirige e algumas vilas do distrito de Lobata, para execução deste projecto.

 

Das vilas indicadas, Policarpo Freitas, anunciou o alargamento do projecto as vilas de Micoló e de Conde, na zona sul do distrito.

 

Fim/MD

 

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::