Presidente da CNJ termina mandato marca assembleia e adverte políticos

São-Tomé, 03 Nov. (STP-Press ) – O presidente do Conselho Nacional da Juventude são-tomense, Wildiley Barroca afastou a hipótese de se recandidatar a sua própria sucessão face a Assembleia Ordinária electiva marcada para 16 de Dezembro, tendo exortado os partidos políticos a não se imiscuírem em assuntos desta organização.

Declaração feita por próprio Wildiley Barroca em conferência de imprensa quinta-feira, na qual, anunciou a decisão do conselho da direcção de ter fixado a data de 16 de Dezembro para a realização da Assembleia Ordinária do Conselho Nacional da Juventude, CNJ de São-Tomé e Príncipe.
 
“ Tendo sido reunido o conselho da direcção e no âmbito das competências que me são conferidas convoco para o dia 16 de Dezembro a realização da Assembleia Ordinária do CNJ” – disse Wildiley Barroca, que apelou a participação de “toda juventude” no evento.
 
Além de ter exortado os pré-candidatos a respeitarem os estatutos e os princípios da independência bem como a autonomia da organização, o ainda líder da CNJ defendeu também a realização do escrutínio “num clima de paz harmonia e transparência”.
 
Disse ainda que “aproveitamos para exortar aos partidos políticos que deixem o Conselho Nacional de Juventude fazer o seu trabalho”, tendo argumentado que “ os partidos políticos já têm a sua juventude partidária e deve através dela desenvolver a sua actividade política e não através da CNJ”.
 
Fim/RN

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::