Portugal vai aumentar capacidade da marinha são-tomense com navio de grande dimensão

São Tomé, 17 de out. 2017 (STP-Press) – O Vice-almirante da marinha portuguesa, Gouveia e Melo anunciou segunda-feira, em São Tomé a vontade do Governo português destacar no país um navio de grande dimensão e capacidade para fiscalizar as águas do arquipélago.

Vice-almirante Gouveia e Melo fez este pronunciamento a saída do encontro que teve com o Primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada, no Palácio do Governo, onde apresentou a proposta do seu país, em estabelecer uma cooperação mais alargada ao nível das guardas costeiras dos dois países.

“Estamos a planear entre janeiro e fevereiro de 2018, termos o navio em São Tomé e Príncipe”, avançou o Vice-almirante Gouveia e Melo para depois sublinhar que o objectivo principal dessa acção passa por capacitar a Guarda Costeira são-tomense, para “ela própria ter capacidade de controlar as águas sob a sua jurisdição”. 

De acordo com o Vice-almirante Gouveia e Melo, a intenção não passa só por destacar este navio de grande porte em São Tomé e Príncipe, mas também “suportar toda a operação” e futuramente a “transferência” do mesmo para este arquipélago situado no golfo da guiné.

Recorde-se que o Vice-almirante Gouveia e Melo é actualmente Comandante da força militar multinacional Euromarfor, uma força marítima europeia ativada especificamente para cumprir operações navais, aéreas e anfíbias.

Fim/LM

 

 

 

  Av. Marginal 12 de Julho – S. Tomé

Cidade de São Tomé – Telefone: n.º (00239) 2 222087 / (00239) 2 2223431- C.P. n.º 12 - E-mail:

© STP-PRESS. Todos os direitos reservados. © - web designer: João Soares

:: Política | Sociedade | Economia | Cultura | Entrevista | Desporto | Quem Somos | Contacto |  Arquivo |  Fórum ::