São-Tomé, 12 Dez. 2023 ( STP-Press ) –   A China vai enviar para São Tomé e Príncipe para o período 2024 a 2029 um total de quatro equipas médicas chinesas compostas por vários especialistas chineses para apoiar ao sistema nacional de saúde, anunciou hoje embaixadora chinesa, Xu YingZhen.

A diplomata chinesa fez este anúncio momentos depois da assinatura do acordo que sustenta este apoio da China, tendo o documento sido rubricado pela própria Xu YingZhen e pelo ministro são-tomense da saúde, Célsio junqueira.

Na sua intervenção, a embaixadora Xu YingZhen disse que “o governo chinês enviará nos próximos anos entre 2024 e 2029 quatro equipas médicas para São Tomé e Príncipe compostas de especialistas”.

Sendo de cada equipa médica permanecerá cerca de um ano e meio no arquipélago, Xu YingZhen explicou de cada uma será composta por médicos especialistas, designadamente, nas áreas de obstetrícia, genecologia, em cirurgia geral, em anestesiologia, acupuntura, medicina cardiovascular e em odontologia.

A diplomata chinesa avançou ainda que “segundo a necessidade deste país [São-Tomé e Príncipe] a partir da próxima equipa medica, o governo da China enviara um anestesista para este país para cobrir as necessidades e elevar as capacidades de serviço médico deste país”.

Na sua intervenção, o ministro de Saúde, Célsio Junqueira destacou a relevância deste apoio chinês, argumentando que “este acordo é focado nas missões medica-chinesas porque nós, o país temos problemas de especialistas, temos carência … e que este acordo tem a finalidade de dar segurança ao sistema nacional de saúde”.

Fim/RN