São Tomé, 19 out. 2017 (STP-Press) – A pensar no turismo, autoridades vão avançar com a requalificação da Avenida Marginar 12 de Julho, onde estudos de avaliação do impacto são lançados hoje, na cidade de São Tomé.

Recorde-se, a extensa Avenida Marginal 12 de Julho, verdadeiro cartão-de-visita da cidade de São Tomé é uma área conexa que inicia no Aeroporto Internacional de São Tomé e Príncipe e termina na pacata vila de Pantufo, uma distância de cerca de 15km.

Willem Timer Men, emissário do Executivo holandês que anunciou, quarta-feira, em São Tomé, a viabilidade do projecto disse que Haia vai participar em duas fases. A 1ª fase, segundo este responsável, comporta o financiamento dos estudos de impacto de viabilidade que vão durar cerca de oito meses.

Os estudos em causa vão custar as autoridades de Haia cerca de 500 mil Euros. E após a conclusão de tais estudos, Haia e São Tomé, darão início as obras, e vão financia-las em 50% cada.

Localizada na cidade de São Tomé, na ilha do mesmo nome, a Avenida em causa, integra um conjunto de infraestruturas primárias com as quais um turista se confronta em visita ao arquipélago são-tomense.

Fim/MD

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome