Texto: Ricardo Neto *** Foto: Lourenço da Silva

São-Tomé, 06 Set ( STP-Press ) – O Presidente de São Tomé e Príncipe, Evaristo Carvalho defendeu hoje que “as forças armadas são-tomenses devem participar em todos os processos de desenvolvimento” do País,  tendo sublinhado que “a guarda costeira deverá estar á altura de garantir a defesa e a segurança do extenso mar do arquipélago rico em recursos deveras cobiçados”.

Evaristo Carvalho fez estas declarações no seu discurso por ocasião 43º aniversário da institucionalização das Forças Armadas, hoje dia 06 de Setembro no campo de Quartel General durante no acto de Juramento de Bandeira de 372 novos soldados, dos quais, nove mulheres que passaram a integrar o corpo militar são-tomense.

“ O nosso País [São-Tomé e Príncipe] encontra-se numa região geoestratégica e numa extensa Zona Económica Exclusiva rica em recursos deveras cobiçados” disse Evaristo de Carvalho, concluindo que “a guarda costeira deverá estar a altura de garantir a defesa e a proteção de tais riquezas”.

Tendo declarado que os investimentos a realizar no sector da marinha devem ser constantes com a firme aposta na realização de recursos técnicos e humanos indispensáveis, sobretudo, face ao “paradigma” de segurança mundial, o Presidente da República sublinhou que as forças armadas devem “assumir um papel mais interventivo” neste aspecto relativo a globalização.

Defendeu ainda que “as forças armadas devem igualmente participar em todos os processos de desenvolvimento, envolvendo-se mais com a sociedade civil, criando sinergias capazes de gerar mais-valia para a promoção do tão almejado processo económico e social”

Além de defender o reforço da amizade e cooperação com os Países da sub-região e em especial com as forças dos Estados membros da CPLP, Evaristo Carvalho sublinhou que “as forças armadas devem participar nos exercícios militares conjuntos, em acção de formação de intercâmbios para aperfeiçoamento a um nível aceitável de prontidão”.

Tendo aproveitado a ocasião para alertar sobre as próximas eleições legislativas, autárquicas e regional marcadas para o dia 07 de Outubro, presidente Evaristo Carvalho apelou aos eleitores são-tomenses para “ uma participação efectiva com sentido de responsabilidade, civismo e tranquilidade habitual”.

Além do Presidente da República, que exerce também as funções do Comandante Supremo das Forças Armadas, o evento contou com o discurso do Chefe de Estado-maior General, o Brigadeiro, Horácio Sousa, num acto presenciado pelos titulares dos órgãos da soberania, membros do governo, corpo diplomático, altas patentes do exército, elementos do público e familiares dos soldados.

Fim/RN

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Seu nome