Parlamento autoriza deputado Delfim Neves a ser interrogado como arguido

0
1487

São-Tomé, 20 Dez. ( STP-Press) –  A Assembleia Nacional, o parlamento de São-Tomé e Príncipe aprovou esta manhã o projecto de resolução que autoriza o deputado, Delfim Neves, do PCD,  a ser interrogado como arguido num processo judicial de tentativa de corrupção aos magistrados judiciais ,- Soube-se hoje de fonte parlamentar.

De acordo com a fonte, o projecto de resolução, na sequência do pedido formulado há dias pelo ministério público, foi aprovado em sessão parlamentar de hoje com 51 votos a favor, uma abstenção e nenhum contra.

O deputado da bancada parlamentar do PCD, Danilson Coutu disse que a sua bancada decidiu votar a favor “porque no entender do PCD chega da classe política são-tomense carregar nas suas costas uma serie de suspeições que se vão prologando ao longo dos tempos”.

Jorge Amado do MLSTP-PSD justificou que a sua bancada foi favorável a autorização “ para que possa esclarecer definitivamente sobre o caso que recai sobre ele”, tendo apelado que “ministério público possa saber retratar todos os casos que dizem respeito a corrupção neste País”.

O deputado Levy Nazaré do partido ADI considerou “ ser o início de um das formas de elevar a casa parlamentar, uma das formas de se tirar descredito que existe na sociedade em geral sobre os deputados”

Este processo judicial de alegada tentativa de suborno aos magistrados surgiu no âmbito de uma queixa-crime apresentada pelo presidente do Tribunal Supremo de Justiça, Silva Cravid contra o seu ex- assessor, Justino Veiga, envolvendo Delfim Neves e Osvaldo Vaz, seguida de uma outra movida pelo administrador da Rosema, Nino Monteiro, contra os três acusados.

Fim/RN

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Seu nome