Por: Ricardo Neto da Agência de Notícias STP-Press

São-Tomé, 09 Set 2021 ( STP-Press ) –  O Centro Cultural Português na capital são-tomense foi palco esta terça-feira de um curso de formação de formadores em Suporte Básico de Vida (SBV), coordenado pela Cooperação no Domínio da Defesa, CDD, de Portugal de acordo com uma fonte da Embaixada Lusa em São-Tomé.

Segundo a fonte, “a sessão de formação realizada faz parte de um plano alargado de formação nesta área de curial importância, tendo contado com a participação de 12 formandos, 06 pertencentes às Forças Armadas e 06 pertencentes às Forças de Segurança, Proteção Civil e Bombeiros. A mesma foi ministrada pelo Segundo-Tenente, Técnico de Saúde, Hélio Claro da guarnição do N.R.P. Zaire, sendo este militar um formador certificado pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) de Portugal”.

De acordo com o que se encontra planeado, a CDD procura formar formadores em SBV, por forma a que as Forças Armadas de São Tomé e Príncipe possam obter autonomia na formação dos seus militares e apoiar a formação dos agentes e colaboradores das Forças de Segurança, Proteção Civil e Bombeiros, podendo a mesma ser estendida a outros setores do Estado e da sociedade santomense, adianta a fonte.

Fonte assegurou ainda que “este treinamento poderá revelar-se de grande utilidade, pelo facto de capacitar um cidadão a atuar em situações em que existe a necessidade de prestar apoio imediato e urgente a uma vítima ou acidentado e reportar a situação às autoridades de saúde, transmitindo informação que poderá ser de grande relevância para a condução das operações de socorro”.

Esta iniciativa, coordenada pela Cooperação no Domínio da Defesa (CDD), nomeadamente pelo Projeto 2 (Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe), contou com a participação do Estado-Maior-General das Forças Armadas de Portugal, através da Unidade de Ensino, Formação e Investigação da Saúde Militar (UEFISM) e do N.R.P. Zaire.

A formação em SBV destina-se a capacitar as Forças Armadas, Forças de Segurança, Proteção Civil e Bombeiros de São Tomé e Príncipe com competências destinadas a prestar os primeiros socorros e a estabilizar uma vítima em situação de emergência médica.

Fim/RN

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário!
Seu nome